Queda na produção e nas vendas derruba lucro da Monsanto

A forte queda na produção e nas vendas dos herbicidas levaram a Monsanto Company a registrar queda no faturamento e nos lucros durante o primeiro semestre. "Embora as condições climáticas tenham afetado o nosso negócio com o herbicida Roundup, as nossas operações nos Estados Unidos estão apresentando um bom desempenho?, disse o principal executivo da companhia, Hendrik A. Verfaillie."Na América Latina, consoante com a nossa estratégia, nós começamos a implementar as táticas necessárias para reduzir os riscos", ressaltou o executivo. As vendas na região também apresentaram retração nas vendas ao longo dos seis primeiros meses do ano.SemestreDe janeiro a junho, a companhia registrou prejuízo líquido de US$ 1,589 bilhão, em relação ao lucro líquido de US$ 444 milhões obtido no mesmo período de 2001. O resultado deste ano inclui a correção exigida pelos novos padrões de contabilidade nos Estados Unidos.O lucro antes do pagamento de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) foi de US$ 603 milhões, o que representa queda de 41% em relação ao US$ 1,022 bilhão obtido de Ebitda de janeiro a junho do ano passado.O faturamento no período totalizou US$ 2,801 bilhões, 16% a menos do que os US$ 3,317 bilhões faturados no primeiro semestre de 2001.Segundo trimestreAo longo do segundo trimestre terminado no dia 30 de junho, a Monsanto obteve lucro líquido de US$ 147 milhões, 62% a menos do que os US$ 389 milhões obtidos de abril a junho do ano passado. O Ebitda foi de 349 milhões, 55% abaixo dos US$ 778 milhões registrados há um ano.As vendas alcançaram US$ 1,58 bilhão, 21% inferiores aos US$ 2,011 bilhões faturados de abril a junho de 2001.A Monsanto é líder mundial na fabricação de herbicidas e produtos agrícolas, com negócios em diversos países, inclusive no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.