finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Queda nos investimentos estrangeiros preocupa Seul

O Banco Central sul-coreano advertiu sobre uma forte retirada de investimentos estrangeiros da Coréia do Sul nos últimos tempos, o que está provocando o temor de uma perda acelerada de potencial da economia deste país. Segundo o Banco da Coréia, os investimentos diretos estrangeiros na economia sul-coreana - até agora a quarta maior da Ásia - sesituaram em US$ 790 milhões nos primeiros nove meses deste ano, menos de um quarto dos US$ 3,42 bilhões registrados no mesmo períodode 2005. O investimento estrangeiro direto na Coréia do Sul foi de US$ 4,34 bilhões no último ano, frente aos US$ 9,25 bilhões do anoanterior. Embora entre as razões que explicam este comportamento esteja a crescente tensão com a Coréia do Norte, a indicação principal para a queda de investimentos é a piora no clima de negócios verificada no país. "É certo que os estrangeiros estão retirando seus investimentos da Coréia do Sul. Parece que estão preocupados com a piora do clima empresarial e o aparente enfraquecimento do crescimentoeconômico", afirmou um porta-voz do BC coreano. Embora as expectativas oficiais apontem para um crescimento econômico sul-coreano de 5% este ano, as previsões para 2007 são de 4%, devido à queda da despesa privada e a uma recessão econômicaglobal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.