Quedas nas vendas do varejo na Alemanha geram temores

As vendas no varejo alemãoinesperadamente caíram pelo segundo mês consecutivo em abril,segundo dados oficiais apresentados nesta sexta-feira,derrubando o euro contra o dólar e gerando receios sobre asperspectivas da maior economia da Europa. Ajustes por variações sazonais, as vendas totais do varejoalemão caíram 3,3 por cento no mês em termos reais depois umrecuo de 3,8 por cento em março, de acordo com números doBundesbank. No ano, as vendas diminuíram 5,1 por cento emabril. O euro caiu certa de meio centavo contra o dólar depois dosdados iniciais. "Os números são decepcionantes. Tudo sugere queo segundo trimestre será fraco", afirmou Ralph Solveen, noCommerzbank. "O consumo privado está sofrendo com os altos preços dopetróleo e alimentos. O poder aquisitivo não está presente. Aspessoas não possuem dinheiro para investir pesadamente emconsumo". Em termos nominais, as vendas do varejo em abril caíram 1,3por cento ante março e 1,5 por cento em 12 meses, segundonúmeros do Statistics Office. Ainda, a economia alemã cresceu 1,5 por cento entre janeiroe março, seu ritmo mais forte em aproximadamente 12 anos. (Reportagem de Dave Graham)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.