carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Quer o iPhone? Pague R$ 100 e espere

Claro resolve cobrar de interessados

Michelly Teixeira, O Estadao de S.Paulo

28 de agosto de 2008 | 00h00

A Claro resolveu cobrar R$ 100 dos clientes que quiserem reservar o iPhone. A empresa abriu em seu site, no começo de julho, uma lista de interessados no modelo fabricado pela americana Apple. Em menos de 15 dias, mais de 100 mil pessoas manifestaram interesse pelo iPhone.Em nota, a Claro informa que já está entrando em contato com os clientes cadastrados para verificar o interesse na aquisição do aparelho. O valor pago pela reserva, segundo a empresa, será descontado do preço final.A operadora diz que ainda não definiu o preço final para o iPhone e tampouco a data de início das vendas. O acordo da Claro com a Apple foi selado por meio da controladora América Móvil, que levará o terminal a outras unidades do grupo na América Latina.A Vivo também já tem um acordo com a Apple. A TIM, por sua vez, ainda tenta fechar um contrato com a empresa. A Anatel já homologou o aparelho, um dos pré-requisitos para a venda no Brasil. A expectativa é que ele seja distribuído no País nos próximos meses, para aproveitar o Natal, principal data de venda de aparelhos celulares.FILA FALSAO iPhone é um sucesso mundial, levando os consumidores a fazer filas em frente às lojas no dia do lançamento. Na Polônia, no entanto, foi um pouco diferente, segundo a agência de notícias Reuters. A Orange, maior operadora celular do País, pagou dezenas de atores para fazerem fila. "Temos filas falsas na frente de 20 lojas em todo o país para gerar interesse pelo iPhone", disse um porta-voz da companhia. Nos EUA, a Apple vendeu cerca de 1 milhão de aparelhos do modelo novo do iPhone, de terceira geração (3G), no fim de semana de lançamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.