'Queremos entrar na Opep', diz Lula a revista alemã

Presidente diz que País se tornará grande exportador de petróleo e tentará baixar o preço da commodity

Danielle Chaves, da Agência Estado,

13 de maio de 2008 | 19h34

A Spiegel Online, edição na internet da revista alemã Der Spiegel, publicou nesta terça-feira, 13, uma entrevista com o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Na conversa, o presidente Lula fala sobre a intenção do Brasil de entrar para a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e sobre a questão dos biocombustíveis.    Veja também: Antes de sair, Marina fez duras críticas aos biocombustíveis Preço do petróleo em alta   "Descobrimos imensas reservas de petróleo a 273 quilômetros da costa, a 2.140 metros de profundidade e abaixo de uma camada de 5 mil metros de rochas e sal", disse Lula, em referência à camada pré-sal, no subsolo do litoral do Espírito Santo a Santa Catarina. "Nós temos experiência para explorar essas reservas e esperamos começar os testes de perfuração em março do próximo ano e a produção de petróleo em 2010. Então, o Brasil se tornará um grande exportador de petróleo. Nós queremos entrar na Opep e tentar fazer o preço do petróleo ficar mais barato", completou. O preço do petróleo vem batendo recordes sucessivos neste ano. Hoje, o petróleo negociado em Nova York terminou o dia cotado em US$ 125,80 por barril, 34% mais caro que no fim do ano passado.Sobre os biocombustíveis, Lula afirmou que "a União Européia deveria dar ao Terceiro Mundo uma chance para produzir biocombustível". "Sempre disse aos meus amigos europeus que não vale a pena reestruturar o sistema agrícola bem organizado deles para produzir biocombustível. Nós e os africanos podemos fazer um trabalho muito melhor nesse sentido."

Tudo o que sabemos sobre:
LulaPetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.