'Queria continuar atuando neste meio', diz jogador Benedito F. da Cruz

Treinador de crianças vai utilizar conhecimentos acadêmicos em novo trabalho em um instituto ALUNO ESTÁ NO 4° SEMESTRE DO CURSO DE GESTÃO DESPORTIVA

O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2012 | 03h11

Após 20 anos longe de São Paulo, Benedito Fernandes da Cruz voltou para sua cidade natal. Ele foi jogador profissional de futebol e atuou em times de Portugal, Equador e Guatemala. "Eu queria continuar trabalhando nesse meio e, quando soube do curso de gestão desportiva, achei que era perfeito para mim", conta.

Aos 49 anos, Cruz está cursando o último ano da faculdade. Hoje, trabalha como treinador de crianças e adolescente nas escolas de futebol das franquias Academia de Futebol e Bola na Rede.

"Fui convidado para assumir a direção de esportes do Instituto de Ação Social Enéas Tognini. Nesse novo trabalho, poderei levar atividades esportivas para áreas que oferecem risco para a formação de crianças e jovens. Também pretendo implantar projetos de esportes adaptados na periferia", conta.

Depois de formado, Cruz também quer atuar nos bastidores de departamentos de esportes, organizando eventos e participando de negociações para a contratação de atletas. "Além disso, quero ativar uma empresa de eventos esportivos que criei e onde poderei aplicar tudo o que estou aprendendo."

CV: Ele tem 49 anos e voltou a estudar após ter encerrado sua carreira de jogador profissional de futebol. Hoje, treina crianças e adolescentes, além de ser diretor de esportes do Instituto de Ação Social Enéas Tognini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.