finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

'Querida, a casa chegou!'

COMO UM IDEOGRAMA JAPONÊS

O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2012 | 03h08

A cadeira Callita Tokio, criada pelo

desenhista alemão Andreas Ostwald para o estúdio italiano Infinity, foi destaque no Salão Internacional de Móveis de Milão, maior evento do setor, que aconteceu de 17 a 22 abril, na Itália. A base é de alumínio revestido de poliuretano rígido.

O desenho foi inspirado em ideogramas

japoneses, conhecidos como kanji.

Construir uma casa é algo que se faz à maneira que se usava há uma década, certo? Não no que depender da arquiteta chilena Rocio Romero. Ela criou kits chamados LV series, com o qual uma casa com sala de estar, de jantar, cozinha, dois quartos, closet e dois banheiros, com 124 metros quadrados de área total pode ser comprada a partir de US$ 39,5 mil, nos Estados Unidos, onde fica o escritório de Rocio. A montagem não está incluída no preço. O segredo do baixo custo está nos material: placas de madeira reciclada formam as paredes, que são revestidas por uma calha externa de aço galvanizado. A chapa plana esconde parafusos e detalhes da montagem e dá um visual bem acabado ao projeto. / LÍLIAN CUNHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.