Querosene de aviação acumula alta de 24,8% em 2006

O querosene de aviação (QAV), um dos mais fundamentais insumos do setor aéreo, já acumula aumento de preço de 24,8% este ano. No dia 16 deste mês, a Petrobras elevou o valor do produto em 6,1%. Segundo informou nesta quarta-feira o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea), este foi o segundo maior aumento de 2006, atrás apenas do efetuado em 1º de janeiro, de 7,3%. Os reajustes são realizados pela estatal a cada 15 dias, tendo por base o valor do barril de petróleo no mercado internacional e a variação cambial. De acordo com o sindicato, o combustível representa de 30% a 50% dos custos operacionais das transportadoras, dependendo do perfil de cada empresa. As companhias aéreas TAM e Gol não anunciaram aumentos para repassar este custo para as passagens, por enquanto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.