Querosene de aviação já acumula alta de 35% no ano

Novo reajuste, de 3,6%, entra em vigor nesta terça; aumento é o sétimo determinado pela Petrobras neste ano

Alberto Komatsu, de O Estado de S. Paulo,

30 de junho de 2008 | 11h26

Começa a vigorar a partir desta terça-feira, 1º, um reajuste de 3,6% no preço do querosene de aviação (QAV), informou nesta segunda o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA). Este é o sétimo aumento mensal do querosene este ano, determinado pela Petrobras. Com isso, o combustível utilizado nos aviões acumula alta de 35,32% este ano. Nos sete primeiros meses do ano passado, o preço do querosene subiu apenas 1% e fechou o ano com alta acumulada de 12,6%. Em 2006, o QAV acumulou alta de 7%. No ano anterior, o reajuste acumulado do QAV havia ficado em 8,9%, conforme banco de dados do SNEA.

Tudo o que sabemos sobre:
AviaçãoCombustíveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.