Questões fiscais ameaçam nota ‘AAA’ dos EUA, afirma Fitch

Nota pode ficar em risco já no fim do 1º semestre de 2013 se país não lidar de maneira sensata com a questão

Sergio Caldas, da Agência Estado,

28 de agosto de 2012 | 13h02

LONDRES - O diretor-gerente da Fitch, David Riley, disse que as questões fiscais e de gastos públicos dos EUA podem pôr a nota de crédito 'AAA' do país em risco se não forem abordadas até o final do primeiro semestre de 2013.

Em entrevista à TV Bloomberg, Riley disse que os EUA precisam lidar com essas questões de "maneira sensata", sem agressividade. Ele comentou também que o chamado "despenhadeiro fiscal", que os EUA enfrentarão no final do ano, é uma grande preocupação.

Há um ano, a Standard & Poor's foi a primeira grande agência de classificação de risco a rebaixar a nota dos EUA, para 'AA+'. O país ainda tem a classificação 'AAA' pela Fitch e Moody's. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
nota AAAEUAquestões indelicadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.