Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Quinta-feira tem mais anúncios que Black Friday

Anúncios de quinta pré evento deste ano já cresceram 33,6%, em comparação ao ano passado

Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2018 | 05h00

O número de anúncios referentes à Black Friday até as 19h desta quinta-feira, 22, chegou a 1606, em plataforma de anúncios especializada. No ano passado, nos mesmos dia e horário, o montante compilado estava em 1202. Isto representa um aumento de 33,6% de um ano para o outro. 

É possível observar também que o número deste ano, supera a média diária de promoções compiladas na plataforma, que é de 300. Porcentualmente, houve crescimento de 435,33%. Os dados foram levantados no aplicativo da startup Promobit (que compila anúncios postados pelos próprios usuários sobre a Black Friday). 

Em 2017, para se ter uma ideia, na quinta-feira pré evento, a quantidade de promoções foi maior que o registrado na data oficial da Black Friday, que, no ano passado, foi em 24 de novembro. Houve 12,7% mais publicações de ofertas, em comparação à data oficial do evento. Foram 2083 na quinta, ante 1847, na sexta. 

Este desempenho na véspera da Black Friday de 2017 foi encabeçado pelo Walmart, que teve 243 posts, seguido de Saraiva, com 201, e Magazine Luiza, 170. Em 2018, quem lidera esse ranking são Lojas Americanas, com 173 anúncios, Magazine Luiza, 170, Submarino, que tem 108 e Shoptime, com 86. 

O editor de conteúdo Willian Oliveira, explica que esta tática de realizar promoções um dia antes está relacionada à estratégia de se bater a concorrência no quesito velocidade, tendo, com isso, mais clientes. “Algumas lojas costumam antecipar promoções para pegar quem está acompanhando e não ter concorrência. Algumas anunciam que vão antecipar.” 

 

Acesso liberado

O Estado vai liberar aos leitores todo o conteúdo de seu portal durante a edição da Black Friday de 2018, que acontece no dia 23 de novembro. A cobertura especial vai começar na meia-noite do dia 23 e permanecerá até 0h01 de 24 de novembro.

Os leitores vão contar com cobertura em tempo real, transmissões ao vivo dos repórteres da editoria de economia e informações exclusivas desta que é a principal temporada de compras do ano no Brasil, atrás apenas do Natal.

Mais conteúdo sobre:
Black Fridayvarejocomércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.