Rádio Estadão estreia em janeiro nova programação e nova logomarca

Rádio vai aprofundar a integração com os outros veículos do Grupo Estado, como forma de trazer mais conteúdo aos ouvintes

O Estado de S.Paulo

30 de dezembro de 2012 | 02h03

A 'Rádio Estadão' estreia no dia 1.º de janeiro sua nova programação, que terá uma integração ainda maior com os outros veículos do Grupo Estado para trazer mais conteúdo aos ouvintes. O grande diferencial será uma participação maior dos cerca de 600 profissionais do Grupo Estado nas transmissões.

"Teremos transmissões ao vivo de dentro da redação do Estadão. Isso fará com que a Rádio Estadão tenha um conteúdo que nenhuma emissora tem", disse a editora-chefe da rádio, Filomena Salemme.

As mudanças na programação serão gradativas. A cobertura de futebol, um dos principais focos da grade atual, será mantida, adaptada à tabela de jogos na quarta-feira e no domingo. Vinhetas, programas, âncoras e diversos colunistas permanecerão na programação.

A emissora está preparando novos programas para lançar no ano que vem. O "Estadão Noite", que será veiculado entre as 20 horas e a meia-noite, trará notícias, entretenimento e antecipará parte das reportagens que serão publicadas na edição do Estadão do dia seguinte.

Os principais temas internacionais da semana serão debatidos no programa "De Olho no Mundo", que também estreará no próximo ano. O conteúdo terá a colaboração dos correspondentes do Estadão no exterior, como os jornalistas Jamil Chade (Genebra) e Andrei Netto (Paris).

Colunistas. O time de colunistas da emissora também será reforçado no ano que vem. O economista José Roberto Mendonça de Barros, o jornalista Alexandre Garcia e o coronel José Vicente comentarão temas como economia, política e segurança na nova programação da Rádio Estadão.

Colunistas do Estadão, como Sonia Racy e Celso Ming, que já produzem conteúdo para a rádio do grupo, permanecerão na nova grade. Outros nomes serão anunciados em janeiro para a equipe de comentaristas da emissora.

Em mais uma iniciativa para integrar a emissora aos demais veículos do Grupo Estado, a Rádio Estadão começará 2013 com um novo slogan: "A rádio de quem quer saber". A empresa também terá uma nova logomarca, que adotará o símbolo do Estadão, o brasão Ex-Libris (ver ao lado).

Transmissão. Além da mudança da programação, a Rádio Estadão também pretende fechar novas parcerias com emissoras locais e levar sua transmissão a todo o Estado de São Paulo no próximo ano.

"A expectativa é reunir mais de 25 emissoras na rede", afirma o diretor-geral da Rádio Estadão, Acácio Luiz Costa.

Em 2012, a audiência da emissora cresceu 65%. Com a nova rede, a audiência deve crescer ainda mais em 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.