Rainha Elizabeth perdeu US$ 64 mi com crise, diz jornal

A rainha Elizabeth, da Inglaterra, perdeu 37 milhões de libras esterlinas (US$ 64 milhões) em apenas algumas semanas como conseqüência da turbulência nos mercados acionários globais, de acordo com o site do tablóide britânico Daily Express. O jornal afirma que, apesar de empregar alguns dos melhores consultores financeiros do mundo, a rainha e sua família viram o valor de seus investimentos multimilionários cair dramaticamente em seguida à crise econômica. Segundo o diário, em abril a fortuna privada da rainha Elizabeth era estimada em 320 milhões de libras, o que incluía uma carteira pessoal de investimentos avaliada em 100 milhões de libras. Desde então, porém, o índice FTSE da Bolsa de Londres perdeu mais de um terço de seu valor. Acredita-se que os investimentos privados da rainha - em grande parte em companhias blue chips (de primeira linha) britânicas - tenha seguido a tendência do mercado, resultando em uma queda de 37% no valor de sua carteira. O Daily Express afirma que as preocupações particulares da rainha vêm apenas alguns meses depois de autoridades reais revelarem que ela estava sentindo os efeitos da crise em sua vida pública. A rainha pediu mais recursos dos contribuintes para ajudar em reparos em seus palácios, depois de ser afetada pelo aumento dos custos e por um congelamento dos gastos do governo. No entanto, depois de ter recebido 40 milhões de libras em doações públicas no ano passado, o governo rejeitou seus pedidos por 1 milhão de libras adicionais ao ano.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

18 Outubro 2008 | 19h39

Mais conteúdo sobre:
crise rainha Elizabeth

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.