Ranking de analistas AE/Ibmec

O analista do J.P.Morgan, Michael Gambardella, foi o primeiro colocado no ranking de analistas AE/Ibmec do segundo trimestre. A carteira de recomendações de Gambardella no período, com cinco indicações, obteve um retorno de 29,99%. O ranking de analistas AE/Ibmec é divulgado trimestralmente pela Agência Estado e elaborado pelo coordenador técnico do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), Antônio Zoratto Sanvicente. A amostra utilizada considerou 105 analistas nacionais e internacionais.A classificação tomou como base as recomendações divulgadas para as ações das empresas listadas em Bolsa. Cada analista foi avaliado pelo retorno proporcionado por sua carteira de ações. Os analistas que ficaram entre o segundo e o décimo lugar no ranking são os seguintes: Catarina Pedrosa, do BBVA Brasil, com um retorno de 26,98%; Victor Galliano, também do BBVA (25,92%); Paul de Crook, da Finasa Corretora (25,64%); Jason B. Mollin, do Dresdner (25,61%); Mônica Araújo, do BES Securities (23,44%); Mauro Mazzaro, da Planner Corretora (22,33%); Josh Milberg, da BBVA (21,77%); Carlos de Leon, do Deutsche Bank (20,29%) e Pedro Guimarães, do Santander Investment (19,19%). Analista do J.P. Morgan aposta nas siderúrgicasMichael Gambardella é analista para América Latina do banco de investimento norte-americano J.P.Morgan focado em siderurgia. Como estava de licença, o analista Mario Pierry, que acompanha com Gambardella as recomendações para o Brasil, disse que as principais apostas da instituição para o Brasil são os recibos de ações negociados nos Estados Unidos (ADRs) de Gerdau e CSN. Na opinião de Pierry, as companhias siderúrgicas brasileiras vêm apresentando um "ótimo desempenho quando comparadas com as empresas deste setor em outros países". Ele citou como exemplo a margem de geração operacional de caixa, que no Brasil é de 40% em média e, nos Estados Unidos, gira em torno de 10%. Além disso, o analista citou como destaques para suas recomendações o aumento da produtividade das empresas, o bom desempenho no exterior e o aquecimento da economia no mercado interno, que garante a demanda pelos produtos. BBVA acredita no setor de óleo, gás e celuloseCatarina Pedrosa, do BBVA e segunda colocada no ranking, acompanha os setores de óleo e gás, além de papel e celulose. A analista tem como principais recomendações as ações da Petrobras, Petrobras Distribuidora e Aracruz. Para os papéis desta última, o preço-alvo estabelecido pela analista, de R$ 5,20, representa um potencial de valorização de cerca de 46% em relação à atual cotação do papel.Veja em matéria seguir o ranking das corretoras

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.