Rating ‘AAA’ de fundo europeu depende de França e Alemanha, diz Fitch

Avaliação sobre dívida emitida pode ser afetada se a nota de crédito dos dois países for rebaixada

Danielle Chaves, da Agência Estado,

20 de dezembro de 2011 | 09h48

SÃO PAULO - A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou que o rating AAA da dívida emitida pela Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês) depende de a França e a Alemanha manterem suas classificações em AAA. A Fitch destacou que a revisão da perspectiva do rating da França para negativa na última sexta-feira significa que o risco de um rebaixamento da EFSF aumentou.

Na sexta-feira, a Fitch reiterou o triplo A da França, mas alertou que existe uma chance pouco maior do que 50% de um corte no rating dentro de um ou dois anos. "Esse também é, portanto, o caso dos ratings AAA atribuídos à dívida emitida pela EFSF, a menos que mecanismos adicionais de melhora do crédito sejam implementados", afirmou a Fitch em um comunicado.

A agência argumentou que o rating da EFSF depende dos € 726 bilhões em garantias fornecidas pelos países da zona do euro e das diretrizes conservadoras do fundo de resgate europeu relacionadas ao gerenciamento de dívida e ao risco de liquidez. Desse valor, França e Alemanha serão responsáveis por € 369,6 bilhões.

Segundo a Fitch, a França é o país com rating AAA que tem maior exposição a uma intensificação da crise de dívida soberana da zona do euro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.