Reajuste da Eletropaulo pode ser em agosto

O reajuste anual das tarifas da Eletropaulo, agendado inicialmente para entrar em vigor amanhã, poderá ser adiado para agosto, a pedido da própria concessionária. A empresa está querendo unir suas datas dereajustes de contratos com a de suas supridoras - Cesp, Paranapanema, Tietê e Furnas. A informação foi dada pelo diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Zaconias de Aguiar. A Companhia Hidrelétrica São Patrício, de Goiás, também pediu à Aneel o adiamento, para setembro, do seu reajuste tarifário, que entraria em vigor no próximo dia 18. O objetivo é coincidir a data de reajuste com a de empresas de suprimento de energia.Segundo Aguiar, ao examinar os pedidos, a Aneel levará em conta, em primeiro lugar, o que lhe parecer a melhor decisão para os consumidores. Uma das opções seria antecipar o reajuste das empresas de suprimento. Mas, segundo Aguiar, ainda não há uma definição sobre o assunto. O período a mais que a concessionária ficar sem reajuste poderá ser compensado posteriormente. Consumo de energia volta a crescer em São Paulo Com a volta do calor em São Paulo e nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o consumo de energia voltou a aumentar no horário de pico - entre 18h e 20h. Na terça-feira, o consumo chegou próximo ao recorde de 18.350 mil megawatts, ficando em 18.316 mil megawatts no Estado de São Paulo. Nas regiões Sul/Sudeste e Centro-Oeste, o recorde é 45.608 mil megawatts. Na terça-feira, no horário depico, chegou a 45.184 mil megawatts na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.