Real está próximo do topo de sua valorização, diz Furlan

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, acredita que o real "está muito próximo do topo de sua valorização". Em entrevista publicada numa revista comemorativa da visita do presidente Lula ao Reino Unido, ele afirma que a valorização da moeda brasileira está prejudicando alguns setores exportadores, principalmente aqueles relacionados as atividades de trabalho intensivo que utilizam componentes e matérias primas produzidas no Brasil e cujos preços são determinados no mercado do país. "Acreditamos que alguma valorização do real é normal se considerarmos o fato de que a economia brasileira se estabilizou, a inflação está baixa e o risco do País está caindo", disse Furlan. "Estamos muito próximos do topo dessa valorização. O ritmo do crescimento das exportações brasileiras está caindo, enquanto as importações continuam crescendo entre 18% e 20% no primeiro trimestre deste ano, enquanto as importações continuaram num ritmo forte, as exportações cresceram apenas 8% em janeiro".Furlan afirmou que o crescimento das exportações neste ano será menor que a média dos últimos três anos devido também à necessidade de investimento em infra-estrutura, principalmente no setor de logística e portuário."Estamos atualmente trabalhando num conjunto de reformas que têm o objetivo de estimular a atividade econômica e promover investimentos no setor produtivo da economia brasileira", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.