Rebaixamento da França é motivo para buscar reformas, diz ministro

O ministro das Finanças francês, Pierre Moscovici, disse que o rebaixamento do rating da dívida da França pela Moody's é uma motivação para buscar reformas estruturais e acrescentou que o país permanece comprometido em atingir a meta de cortar seu déficit público para 3 por cento da produção no ano que vem.

Reuters

19 de novembro de 2012 | 21h04

Moscovici disse que o rebaixamento de um grau, para AA1, ante AAA, pela agência de classificação de risco Moody's era um reflexo da gestão econômica do país dos últimos anos e disse que a dívida soberana francesa continuava entre as mais líquidas da zona do euro.

"A Moody's está dando agora à França o mesmo rating da Standard & Poor's, que nos permitiu viver com taxas menores de juros por muitos meses", disse Moscovici à Reuters.

(Reportagem de Jean-Baptiste Vey e Nick Vinocur)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFRANCAMINISTRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.