Receio com economia azeda mercado europeu

As principais bolsas da Europa fecharam em baixa, cedendo novamente a receios de que os cortes nos gastos públicos dos países do continente prejudicarão a recuperação da economia mundial. O fato de a Alemanha ter decidido unilateralmente aplicar limites a algumas transações em seus mercados financeiros também contribuiu para o declínio das ações, gerando temores de divisões políticas na União Europeia. A Bolsa de Londres caiu 1,65%, a de Paris perdeu 2,25% e a de Frankfurt recuou 2,02%. Em Atenas, Madri e Lisboa, as bolsas tiveram queda de 3,32%, 1,13% e 2,36%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.