Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Receita: alíquota maior puxa arrecadação com IOF

A elevação da alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) em aplicações de estrangeiros em renda fixa e em aplicações financeiras no segundo semestre do ano passado, além do aumento das operações de crédito no País, levou a um crescimento da arrecadação de IOF de 25,78% em abril em relação ao mesmo mês de 2010, segundo os dados divulgados hoje pela Receita Federal.

RENATA VERÍSSIMO E EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

19 de maio de 2011 | 11h35

Apesar da queda nas vendas domésticas em março, a arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre automóveis subiu 35,15% na comparação com abril do ano passado. O recolhimento de IPI-outros também cresceu 9,35% no mesmo período de comparação, mesmo com a redução da produção industrial em março (a arrecadação de abril reflete os fatos geradores de março).

O pagamento de Imposto de Renda de pessoa Física (IRPF) subiu 10,22% em abril, na comparação com abril de 2010, em função do aumento da arrecadação sobre o ganho de capital obtido na alienação de imóveis. As empresas pagaram 10,92% a mais de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e 0,29% a mais de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) que em abril do ano passado.

Segundo a Receita, os maiores aumentos ocorreram sobre o regime de lucro presumido e pela estimativa mensal. Os setores que mais contribuíram para a arrecadação destes dois tributos no mês passado foram extração de minerais metálicos, eletricidade, entidades financeiras e comércio varejista.

A arrecadação da Cofins subiu 5,46% e a do PIS/Pasep, 7,18%, em abril ante o mesmo mês de 2010. Segundo a Receita, houve uma arrecadação extraordinária de R$ 66 milhões no mês passado em depósitos judiciais de PIS/Pasep. A receita previdenciária cresceu 12,52% no período.

Tudo o que sabemos sobre:
arrecadaçãoReceitaIOFIRPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.