Receita apreende 8 contêineres da China em Paranaguá

A Alfândega do Porto de Paranaguá, no Paraná, apreendeu peças para ar-condicionado automotivo importadas da China, no valor aproximado de R$ 500 mil. As peças se encontravam em oito contêineres, retidos pelos agentes da Receita Federal do Brasil no dia 30 de novembro após desvendarem um esquema de sonegação de tributos onde documentos de importação eram adulterados de forma que apenas 30 a 50% do real valor negociado com os exportadores era declarado à Receita.Os importadores utilizaram-se de documentos falsos, subfaturamento e ocultação do real importador. Os produtos apreendidos pela fiscalização, visivelmente de baixa qualidade, seriam, após o desembaraço aduaneiro, montados em "kits" com outras peças de fabricação nacional.VeículosTambém no Porto de Paranaguá, os agentes da Receita Federal apreenderam 10 automóveis procedentes dos Estados Unidos, com valor total calculado em US$ 412.468,00. As investigações que resultaram na retenção dos automóveis se basearam em dossiê elaborado pela Equipe de Pesquisa e Seleção Aduaneira, que caracterizou a falsidade dos supostos documentos comerciais apresentados, bem como o uso de empresa importadora inexistente de fato.Foi ainda detectada a tentativa de uso do mesmo esquema empregado em importações fraudulentas anteriores, alvo da Operação Dilúvio, deflagrada em agosto do ano passado. Os veículos seriam comercializados no Estado de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.