Receita arrecada R$ 17,5 bi em fevereiro

A arrecadação da Receita Federal totalizou R$ 17,503 bilhões em fevereiro, representando um crescimento real (deflacionado pelo IGP-DI) de 20,32% e nominal de 32,23% em relação a fevereiro do ano passado. Historicamente, este resultado foi o melhor para o mês. Em relação a janeiro deste ano, a arrecadação de fevereiro registrou queda real de 22,96% e nominal de 22,83%. No acumulado do bimestre, a arrecadação já soma R$ 40,184 bilhões, representando um crescimento real de 18,88% e nominal de 30,77% em relação ao primeiro bimestre de 2001. As receitas administradas somaram R$ 17,043 bilhões em fevereiro e as demais receitas (taxas e contribuições controladas por outros órgãos) totalizaram R$ 460,6 milhões. O secretário-adjunto da Receita, Ricardo Pinheiro, considerou "ótimo" o resultado de fevereiro. "É melhor do que muitos meses do resto do ano, que historicamente apresentam resultados superiores a fevereiro". Contribuiu para o bom desempenho da Receita em fevereiro a arrecadação total de R$ 1,336 bilhão com o pagamento de impostos dos fundos de pensão. Desse total, R$ 1,326 bilhão se referem a débitos em atraso (pagamento de estoque do passado) e R$ 10,6 milhões ao fluxo normal de pagamento com a adesão dos fundos ao regime especial de tributação. Pinheiro explicou que esse último valor é residual, já que o recolhimento do fluxo é trimestral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.