Receita: arrecadação com IR de pessoa física sobe 41%

O Imposto de Renda levou aos cofres da Receita Federal R$ 12,747 bilhões em fevereiro, com aumento real (descontada a inflação) de 15,96% sobre o mesmo mês do ano passado. Nesse imposto, houve destaque do Imposto de Renda Pessoa Física, com crescimento de 41,49% na arrecadação; IR sobre rendimento de capital (+18,92%); e IR sobre outros investimentos (+22,63%). O crescimento de mais de 10% na arrecadação total de impostos e da Previdência em fevereiro de 2008 (totalizando R$ 48,144 bilhões, conforme informado pela Receita nesta tarde) foi liderado pelo aumento do valor arrecadado com os impostos ligados à produção, importação e operações financeiras. O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) trouxe R$ 2,865 bilhões em fevereiro, valor 17,55% maior que o registrado em igual mês de 2007 em termos reais. O arrecadado apenas no segmento de automóveis cresceu 21,6%. O IPI ligado à importação teve aumento de 27,74% no período. O Imposto sobre Importação (II) somou R$ 1,178 bilhão no mês, com crescimento real de 39,96% ante fevereiro de 2007. Outro destaque foi a arrecadação do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), que somou R$ 1,647 bilhão, com crescimento real de 176,83% ante fevereiro de 2007. Vale lembrar que, em fevereiro, já estava em vigor as novas alíquotas do IOF, elevadas para compensar o fim da CPMF. Em fevereiro, a Receita registrou ainda um resíduo de arrecadação da CPMF, de R$ 25 milhões, valor 99,12% menor do que o verificado em igual período de 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.