Receita com exportação de café bate recorde em 2007

A exportação de café rendeu ao Brasil receita cambial recorde de US$ 3,86 bilhões em 2007. O resultado representa aumento de 17% em relação ao anterior, que foi de US$ 3,29 bilhões e era até então o melhor desempenho de todos os tempos. O volume de café exportado no ano passado (incluindo café verde, solúvel e torrado e moído) foi 28,021 milhões de sacas de 60 quilos, representando expansão de 2,4% em relação a 2006. Os dados foram divulgado hoje pelo Conselho dos Exportadores de Café Verde do Brasil (Cecafé).Segundo o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga, o ano de 2007 superou as expectativas em relação a volume e receita. A receita de U$ 3,86 bilhões foi a maior da história apesar de uma safra pequena. O crescimento da receita em 2007 deveu-se, ainda, à melhoria dos preços externos, que desde 2002 apresentam recuperação constante (entre 8% e 10% a cada ano). O preço médio anual da saca de 60 kg de café exportado pelo Brasil subiu de US$ 120,54 em 2006 para US$ 137,70 em 2007. O volume de café verde exportado em 2007 (24,713 milhões de sacas) é 1,3% superior ao volume comercializado em 2006 (24,396 milhões de sacas). As exportações para a Alemanha, principal destino do produto, cresceram 1,2%, para 4,970 milhões de sacas em 2007, enquanto para os Estados Unidos e Japão as vendas recuaram 5,24% e 9,85%, respectivamente. O maior crescimento nas exportações foi para a Bélgica, com aumento de 12,41%, para 1,289 milhão de sacas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.