Receita começa a receber declarações do IR no dia 6

A Receita Federal começará a receber as declarações de Imposto de Renda das Pessoas Físicas de 2003 (ano-calendário 2002) a partir do próximo dia 6 de março. A expectativa do governo é de que sejam entregues este ano cerca de 19 milhões de declarações, superando portanto o número registrado em 2002, quando foram entregues 16,5 milhões de declarações. Estarão obrigados a fazer a declaração todos os contribuintes que receberam em 2002 salários iguais ou superiores a R$ 12.696,00, ou seja, um salário mensal de R$ 1.058,00.Até o ano passado estavam isentos da declaração aqueles contribuintes que receberam até R$ 10.800,00 no ano. O valor foi alterado em decorrência da correção em 17,5% da tabela do IR. Essa correção também alterou alguns outros valores que podem ser descontados na declaração, segundo informou hoje o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O valor máximo de desconto por dependente subiu de R$ 1.080,00 para R$ 1.272,00.O desconto para gastos com educação também subiu, passando de R$ 1.700,00 para R$ 1.998,00. Para os contribuintes que optarem em fazer a declaração simplificada o desconto padrão subiu de R$ 8.000,00 para R$ 9.400,00. A partir do dia 6 de março o programa para elaboração e envio da declaração já estará disponível no site da Receita na Internet (www.receita.fazenda.gov.br). Os contribuintes poderão fazer a declaração por outros meios.Para aqueles que estavam com um patrimônio de até R$ 20 mil no final do ano passado, a declaração poderá ser feita pelo sistema on line (diretamente na página da Receita na Internet) ou pelo Receita Fone (0300-78-0300). As ligações custarão R$ 0,29 por minuto, no caso de ligações feitas por telefone fixo, e R$ 0,63 por minuto nas ligações originadas de telefones celulares. A entrega também poderá ser feita em disquetes na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil, sem custo de envio.A última alternativa será por meio dos Correios. Neste caso, a declaração deve ser entregue no formulário de papel que, segundo Adir, estará disponível em todas as agências dos Correios e unidades da Receita Federal até o dia 20 de março. O governo não irá cobrar este ano pelos formulários mas os Correios cobrarão R$ 2,50 por formulário enviado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.