Receita de supermercados recua 2,12%

O faturamento dos supermercados brasileiros caiu 1,98% em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado, em valores já deflacionados pelo IPCA. Na comparação com janeiro, as vendas recuaram 3,10%, como ocorre todos os anos por causa do menor número de dias. De acordo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), no primeiro bimestre os supermercados registraram uma perda de 2,12% nas vendas em comparação ao mesmo período do ano passado. A Abras avalia que, embora negativo, o resultado de fevereiro mostra um cenário menos desfavorável do que em janeiro, quando o faturamento recuou 2,26% sobre dezembro. O preço da cesta dos 35 produtos mais consumidos nos supermercados registrou uma queda de 0,13% em fevereiro. O conjunto de produtos custou R$ 194,46, contra R$ 187,24 de fevereiro de 2003 e R$ 194,71 de janeiro deste ano. Os produtos que mais subiram foram o biscoito cream craker (14,57%), a cebola (7,45%) e o feijão (5,60%). Os que mais caíram foram o tomate (-21,31%), açúcar (-5,28%) e mussarela (-4,50%).

Agencia Estado,

25 Março 2004 | 17h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.