Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Receita divulga regras para declaração do IR2005

A Receita Federal publicou nesta terça-feira no Diário Oficial da União a Instrução Normativa 507, que define as regras para a entrega da Declaração da Pessoa Física (IRPF) 2005, ano-base 2004. De acordo com o ato, o prazo de entrega termina em 29 de abril. O programa para envio do documento estará disponível na Internet (www.receita.fazenda.gov.br) no início de março. As mudanças são poucas em relação ao ano passado. Veja o que mudou:- A relação de códigos de pagamentos efetuados foi ampliada de 15 para 24. Esta alteração visa facilitar o trabalho da malha. - A relação dos rendimentos isentos e não-tributáveis também foi modificada e acrescida de mais duas linhas de informações. Estas mudanças foram feitas para ampliar o controle sobre a renúncia fiscal. - A declaração simplificada on-line foi também modificada e estará disponível no telefone 0300-78-0300 e na página da Receita na Internet com as características abaixo descritas: a) A declaração on-line será restrita a declarantes que possuem uma única fonte pagadora. b) Quando houver informação de IRRF, o CNPJ da fonte pagadora será obrigatoriamente informado. c) O contribuinte que recolheu valores a título de carnê-Leão do AB 2004 AC 2005, estará impedido de apresentar a declaração pelo On-line. (telefone e Internet) d) Ficará disponível para os contribuintes no período de 01 de março a 29 de abril de 2005.Porém, as principais novidades ficam por conta do programa gerador da declaração e do programa de transmissão. Este ano o contribuinte poderá entregar a declaração usando um certificado digital, cartão magnético que contém os dados pessoais e o CPF da pessoa. É um processo eletrônico de assinatura que permite ao usuário usar sua chave privada para declarar.O programa não fará a recuperação da declaração do ano anterior referente aos dados do endereço, além da mudança no formato do campo. Este ano será feita a atualização do endereço de todos os contribuintes e a recuperação deste dado poderia induzi-lo a erro. Outra novidade, aplicável apenas ao contribuinte que entregar a declaração fora do prazo, é que no ato da entrega ele receberá a notificação da multa pelo atraso. Vale lembrar que esta multa é de 1% ao mês sobre o imposto devido, limitado a 20% do valor do imposto e o mínimo de R$ 165,74.Mudanças mantidasSerão mantidas para este ano as alterações promovidas nos dois últimos anos. Em 2003 foi criado o quadro para inclusão dos rendimentos do cônjuge e dos dependentes separado dos rendimentos do declarante. Essa inclusão facilitou a identificação das divergências entre os valores informados pelo declarante e pelos empregadores, tanto de rendimentos como do imposto de renda retido na fonte.Em 2004 as principais modificações na declaração foram: a) Inclusão do número do CPF no quadro DEPENDENTES. Esta alteração teve o objetivo de dispensar estes dependentes da apresentação da Declaração Anual de Isentos - DAI. Com estas informações mais de cinco milhões de CPF foram regularizados em 2004. b) obrigatoriedade de o contribuinte com rendimentos tributáveis acima de R$ 100.000,00, e não-tributáveis também acima de R$ 100.000.000, a apresentar a declaração em meio magnético. Com esta alteração conseguiu-se reduzir o número de declarações em formulário de 800 mil para 500 mil documentos.

Agencia Estado,

15 de fevereiro de 2005 | 15h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.