coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Receita do BTG no 1º tri é 2ª mais alta em um trimestre

A receita do BTG Pactual no primeiro trimestre deste ano é a segunda mais alta da história do banco em um trimestre, de acordo com o CEO André Esteves. De janeiro a março, as receitas totais do BTG Pactual somaram R$ 1,694 bilhão, valor 6% superior a igual intervalo do ano passado. Porém, quando comparadas ao quarto trimestre de 2012, registram queda de 10%.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

08 de maio de 2013 | 18h02

O banco divulgou na noite de terça-feira, 07, lucro líquido de R$ 612 milhões no primeiro trimestre, montante 22,13% inferior ao visto um ano antes, de R$ 786 milhões. A carteira de crédito expandida do banco totalizou R$ 36,969 bilhões no período, crescimento de 9% em relação ao quarto trimestre de 2012 e de 69,79% em 12 meses. O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido (ROAE) do BTG Pactual encerrou março em 16,9%, abaixo dos 25,1% registrados em dezembro e do indicador de 35,2% visto um ano antes.

O patrimônio líquido do banco totalizou R$ 14,747 bilhões nos três primeiro meses de 2013, alta de 58,26% em relação a igual período de 2012, de R$ 9,318 bilhões. O banco de André Esteves somou R$ R$ 173 bilhões em ativos totais no primeiro trimestre deste ano, cifra 28,9% superior à vista em igual intervalo de 2012. O índice de Basileia do BTG Pactual foi de 16,9% ao final de março, acima dos 16,2% registrados um ano antes, porém, abaixo dos 17,3% registrados no término de dezembro. O mínimo exigido pelo Banco Central é de 11%. O Basileia é um indicador de capitalização e mede quanto o banco pode emprestar sem comprometer seu capital.

Expectativa com PanAmericano

Segundo Marcelo Kalim, CFO do BTG Pactual, o banco acredita numa virada de balanço do PanAmericano em 2013. "Apesar do prejuízo com a nossa participação no PanAmericano, neste trimestre o banco teve lucro. Essa é uma boa indicação de que esta área comece a gerar receitas positivas nos próximos trimestres", avaliou ele, em teleconferência com analistas.

A participação que o BTG Pactual detém no PanAmericano gerou ao banco um prejuízo de R$ 3,8 milhões no primeiro trimestre de 2013. O montante é 88% inferior ao registrado no quarto trimestre de 2012.

Esse prejuízo foi, conforme o banco, parcialmente compensado pela parcela de R$ 12,9 milhões no lucro obtido pelo PanAmericano de janeiro a março ante uma cifra de R$ 13,2 milhões no prejuízo reportado no quarto trimestre do ano passado. Na comparação anual, as perdas reconhecidas na participação do BTG na instituição foram 82% menores no primeiro trimestre.

O banco de André Esteves tem uma participação de 34,1% no PanAmericano. A Caixa Econômica Federal é o acionista controlador do banco com uma fatia de 37%.

No primeiro trimestre de 2013, o Panamericano reportou lucro líquido de R$ 39 milhões, montante cerca de 13 vezes superior ao mesmo período de 2012, quando foram registrados R$ 2,9 milhões. No quarto trimestre de 2012, o banco havia contabilizado prejuízo de R$ 38,4 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
BTG Pactualbalançoprimeiro trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.