finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Receita faz apreensão de R$ 3,6 milhões no Porto de Santos

Declarada como "chapas de plástico", carga continha mercadorias de valor, como motocicletas e roupas de grife

30 de julho de 2007 | 10h40

A Receita Federal do Brasil apreendeu cerca de R$ 3,6 milhões em mercadorias no Porto de Santos, litoral de São Paulo. O caso foi considerado um recorde de apreensão, já que as mercadorias foram retiradas de um único container de 13,5 toneladas.   A carga, declarada como "chapas de plástico", continha, na verdade, diversas mercadorias de valor, como motocicletas, peças automotivas, produtos cosméticos de marcas conhecidas, roupas de grifes famosas e produtos eletrônicos de alta tecnologia, entre eles computadores, projetores e televisores.   As mercadorias entrariam no Brasil irregularmente, ou seja, sem o pagamento dos tributos devidos. Os produtos eram provenientes de Port Everglades, nos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
Receita FederalPorto de Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.