Receita faz operação em 3 Estados contra crimes fiscais

A Receita Federal do Brasil (RFB), em conjunto com a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF), realiza desde a madrugada de hoje a Operação Persona para desarticular fraudes no comércio exterior, como importações fraudulenta, ocultação de patrimônio, descaminho, sonegação fiscal, falsidade ideológica, uso de documento falso, evasão de divisas e corrupção ativa e passiva. Cerca de 650 funcionários dos órgãos envolvidos estão cumprindo, nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, 93 mandados judiciais de busca e apreensão e 44 ordens de prisão temporária, expedidos pela Justiça Federal de São Paulo. Segundo a Receita, o esquema fraudulento foi criado por empresários brasileiros para beneficiar uma multinacional norte-americana. Por meio de empresas sediadas em paraísos fiscais - Panamá, Bahamas e Ilhas Virgens Britânicas - e com quadro societário composto por pessoas de baixo poder aquisitivo, as importações eram solicitadas pelo cliente final junto à multinacional possibilitando a redução de tributos, quebra no recolhimento de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), burla de controles exercidos na alfândega brasileira, dentre outros mecanismos ilegais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.