Felipe Siqueira/Estadão
Felipe Siqueira/Estadão

Receita Federal disponibilizará consulta a segundo lote do IR nesta quinta

Para realizar a consulta, o contribuinte deve acessar a página da Receita federal na internet

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2022 | 13h29

A Receita Federal irá disponibilizar a consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda 2022 nesta quinta-feira, 23, a partir das 10 horas da manhã. 

A Receita prevê o pagamento de R$ 6,3 bilhões para 4.250.448 contribuintes, entre prioritários e não prioritários. Para os que não têm prioridade legal, o pagamento é realizado por ordem de entrega da declaração, ou seja, quem entregou antes recebe primeiro. Por isso, serão contemplados no segundo lote contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 19 de março. 

O lote contempla também restituições residuais de exercícios anteriores, e os valores terão correção de 1% com base na Selic, a taxa básica de juros

Como consultar o segundo lote de restituição do IR? 

Para realizar a consulta e descobrir se será contemplado no segundo lote, o contribuinte pode acessar a página da Receita Federal na internet, clicar em "Meu Imposto de Renda" e, em seguida, em "Consultar a Restituição". 

Ao clicar no tópico "Etapas para a realização deste serviço", a página apresenta links e instruções para o contribuinte realizar a consulta, além de sugerir o acesso ao portal e-CAC, onde é possível consultar a situação da declaração do IR e identificar pendências, por meio do extrato de processamento. O contribuinte também pode clicar em "Iniciar", no topo da página, para ir direto ao site de consulta de restituições. 

Calendário de pagamento 

O calendário de restituição do Imposto de Renda 2022 prevê o pagamento em cinco lotes, entre maio e setembro. Veja as datas:

  • 1º lote: 31 de maio (pago) 
  • 2º lote: 30 de junho
  • 3º lote: 29 de julho 
  • 4º lote: 31 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro 

O pagamento dos valores do segundo lote está programado para o próximo dia 30 e será realizado diretamente na conta bancária informada pelo contribuinte na declaração. 

Se o crédito não for realizado por algum motivo, como a conta informada na declaração ter sido desativada, por exemplo, o valor ficará disponível por até um ano no Banco do Brasil. O contribuinte poderá reagendar o crédito dos valores acessando o Portal BB ou ligando para a Central de Relacionamento BB, através dos telefones; 

  • 4004-0001 (capitais); 
  • 0800-729-0001 (demais localidades); 
  • 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). 

Se o valor não for resgatado dentro de um ano, o contribuinte deverá solicitar novamente o pagamento, através do Portal e-CAC. É só acessar o menu "Declarações e Demonstrativos", clicar em "Meu Imposto de Renda" e, em seguida, em "Solicitar restituição não resgatada na rede bancária".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.