Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Receita Federal já recebeu 34,4 milhões declarações de IRPF, maior número da história

Número superou estimativa inicial do governo, que esperava 34,1 milhões de declarações; projeção foi atualizada para 36,5 milhões

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2022 | 18h24

BRASÍLIA - A Receita Federal recebeu 34,4 milhões de declarações de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) até às 16h desta sexta-feira, 31, a oito horas do fim do prazo. O número é o maior da história e superou a estimativa inicial do governo, que esperava 34,1 milhões de declarações. Com isso, a projeção foi atualizada para 36,5 milhões.

O supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, José Carlos Fernandes da Fonseca, afirmou que das 34,4 milhões de declarações, 2,3 milhões foram retificadas e 2 milhões caíram na malha fina. 

Quem estiver obrigado a entregar a declaração e não fizer até o fim do prazo estará sujeito à multa. O valor da multa é de 1% ao mês sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74. 

Das declarações que caíram na malha fina, 40% decorrem da omissão de rendimentos, 21% decorrem de problemas com despesas médicas e 18% do imposto retido em fonte. Ele ainda afirmou que 61% das declarações recebidas têm impostos a restituir e 19% têm impostos a pagar.

“O número maior de declarações decorre da não atualização da Tabela de IR, do número de pessoas que estão fazendo a declaração pela primeira vez e do aumento de pessoas que operaram na Bolsa de Valores e passaram a declarar os ganhos”, disse Fonseca.

A previsão é de que a Receita pagará R$ 24,7 bilhões aos contribuintes que entregaram a declaração do IR e têm direito à restituição. O prazo de envio da declaração termina nesta terça-feira, às 23h59. / COM BROADCAST

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.