finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Receita Federal testa nova aduana na Ponte da Amizade

A Receita Federal iniciou na terça-feira, 24, os testes para a fiscalização da nova aduana na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu, entre a fronteira Brasil-Paraguai. Os testes foram realizados durante 24 horas, quando parte do fluxo de veículos e pedestres que sai do Paraguai em direção ao Brasil era desviado para a nova aduana e passavam por uma vistoria rigorosa feita na estrutura de 8 mil metros quadrados.Segundo a Receita, o desvio foi feito aleatoriamente, durante o dia. Cerca de 200 servidores da Receita, além de policiais federais e rodoviários participam do trabalho piloto, que será feito por tempo indeterminado até que todos os ajustes sejam feitos, além de corrigir erros de treinamento.Ainda não há data certa para a inauguração oficial da aduana, mas a Receita Federal não descarta a possibilidade de o entreposto começar a operar integralmente a partir das próximas semanas.Por enquanto, a maior parte dos veículos e pedestres que deixa o Paraguai ainda continua passando pela alfândega antiga, que permanecerá funcionando após a inauguração da nova aduana. A antiga será remodelada e reformada, e continuará atuando apenas para a saída do Brasil para o Paraguai.Depois de sua inauguração, a nova aduana vai atender principalmente o fluxo de pessoas e veículos que saem do Paraguai com destino ao Brasil. No primeiro dia de testes foram apreendidos mercadorias contrabandeadas e proibidas, como CDs gravados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.