Receita intimará 244 mil usuários de cartão de crédito

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirmou nesta sexta-feira que 244.249 usuários de cartões de crédito, que movimentaram mais de R$ 90 milhões em 2003, serão intimados para explicar como realizaram transações superiores a R$ 5 mil, mesmo tendo declarado isenção de Imposto de Renda. Também serão chamadas a prestar contas 81.450 pessoas jurídicas que movimentaram R$ 583,3 milhões.Rachid garantiu que a "Operação Cartão de Crédito", autorizada pela Justiça, não invadiu a privacidade dos consumidores. "A Receita não se preocupou em saber aonde se gastou. A questão é puramente fiscal", disse. Se houver recusa de informação ou comprovação de fraude, os acusados estarão sujeitos à cobrança de impostos, acrescidos de juros e multas que variam de 75% a 225% e ainda sofrerão representação fiscal para fins penais. O secretário informou que a ação está prevista para começar nos próximos dois meses. Ele está no Pará onde assinará neste sábado convênio para continuar as parcerias com a Polícia Federal, Ibama e Secretaria da Fazenda para combater o contrabando e o tráfico de drogas na região. O secretário da Fazenda disse que os R$ 170,27 bilhões que entraram nos cofres públicos no primeiro semestre, um aumento de 9,5% em relação ao mesmo período do ano passado, são o resultado do aperto à sonegação fiscal e ao contrabando.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.