carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Receita: IPO da VisaNet teve impacto menor que previsto

O impacto da oferta inicial pública de ações (IPO, na sigla em inglês) da VisaNet foi menor na arrecadação de julho do que era esperado pela Receita Federal. Esse fato frustrou a expectativa do órgão de ter, pela primeira vez este ano, um crescimento da arrecadação, em relação ao mesmo mês de 2008. O coordenador de Previsão e Análise da Receita, Raimundo Elói de Carvalho, disse que a Receita esperava arrecadar, em função da realização da abertura de capital, R$ 2 bilhões em Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). No entanto, o valor arrecadado pelas empresas envolvidas na abertura de capital foi de R$ 1,150 bilhão, sendo R$ 760 milhões em IRPJ e R$ 390 milhões em CSLL.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 12h25

"Alguma coisa (pagamento) pode ter sido transferida para agosto ou as empresas envolvidas podem ter utilizado um balanço de suspensão", afirmou Carvalho. Segundo ele, as grandes empresas têm a opção de fazer a apuração do imposto mês a mês e o ajuste no final do ano. Mas se em algum momento elas verificarem que pagaram mais imposto do que deviam, podem utilizar esse chamado balanço de suspensão, que na prática significa o não recolhimento de tributo naquele mês. Carvalho disse que outras empresas também realizaram esse instrumento no mês de julho, o que contribuiu para que a arrecadação no mês continuasse abaixo de julho de 2008, que foi o segundo melhor do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
arrecadaçãoReceitaVisaNet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.