Receita libera primeiro lote de restituição do IR 2009

Dinheiro já está disponível na conta do contribuinte; ao todo, serão creditados R$ 1,55 bilhão

Agência Estado,

15 de junho de 2009 | 15h59

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira, 15, o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). O lote contém restituições do exercício 2009 (ano-base 2008) e residuais de 2008 (ano-base 2007). De acordo com informações da Receita, serão creditados R$ 1,55 bilhão na conta corrente de 1.274.345 contribuintes. Deste total, 1.077.466 têm 60 anos ou mais.

 

Para o exercício de 2009, foram creditadas restituições para 1.261.087 contribuintes, com valor total de R$ 1,53 bilhão já corrigidos pela taxa Selic de 1,77% referente aos meses de maio e junho de 2009. Quanto ao lote residual do exercício de 2008, foram creditadas restituições para 13.258 contribuintes, totalizando R$ 19,4 milhões já atualizados pela taxa Selic de 13,84%, referente ao período entre maio de 2008 e junho de 2009.

 

Quem não informou o número da conta corrente para crédito da restituição deverá se dirigir a uma das agências do Banco do Brasil, ou ligar para qualquer agência do BB ou para o serviço "BB responde" 4004-0001 nas capitais e 0800-729-0001 nas demais localidades. O crédito poderá ser agendado na conta corrente ou poupança do contribuinte, em qualquer banco. A consulta ao extrato de processamento da declaração poderá ser feita na internet (www.receita.fazenda.gov.br).

 

A restituição ficará disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível na internet. Caso o contribuinte não concorde com o valor da restituição, poderá receber a importância disponível no banco e reclamar a diferença na unidade local da Receita.

Tudo o que sabemos sobre:
Receita FederalImposto de Renda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.