Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Receita líquida do Grupo Pão de Açúcar sobe 14,8% no 1º trimestre

Resultado foi puxado por avanço das divisões de alimentos e comércio eletrônico; em contrapartida, vendas de móveis e eletrodomésticos caíram

Reuters

13 de abril de 2015 | 08h51

O Grupo Pão de Açúcar, maior varejista do Brasil, teve avanço de 14,8% na receita líquida do primeiro trimestre sobre igual período do ano anterior, com ajuda das suas divisões de alimentos e comércio eletrônico. De janeiro a março, a receita líquida da companhia somou R$ 17,24 bilhões.

O avanço consolidado da receita líquida nas mesmas lojas, que considera somente os pontos abertos há mais de um ano, foi de 4% no trimestre.

Na Via Varejo, divisão de móveis e eletrodomésticos, houve queda de 2,3% do segmento mesmas lojas no período, ao passo que na divisão alimentar, que considera os resultados de Assaí, Extra e Pão de Açúcar, houve alta das vendas líquidas em mesmas lojas de 3,7%.

Na divisão alimentar, o destaque ficou com a bandeira de atacarejo Assaí, que viu as vendas líquidas subirem 26,3% sobre um ano antes, a R$ 2,31 bilhões. Enquanto isso, as vendas na divisão de multivarejo, que reúne as bandeiras Extra e Pão de Açúcar, cresceram 2,8%, a R$ 6,6 bilhões. 

Já a divisão não alimentar, a Cnova, que reúne as atividades de comércio eletrônico do GPA e de seu controlador francês Casino, teve avanço anual de 125,6% na receita líquida trimestral, a R$ 2,95 bilhões.

Enquanto isso, a Via Varejo, que opera as bandeiras Casas Bahia e Pontofrio, teve queda de 1% na receita líquida de janeiro a março na comparação com igual trimestre de 2014, a R$ 5,39 bilhões.

(Por Luciana Bruno)

Mais conteúdo sobre:
VAREJOGrupo Pão de Açúcar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.