finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Receita não tem ainda cálculo total de desonerações

A Receita Federal deu sinais de que não tem controle do volume das desonerações que estão sendo concedidas pelo governo. Como foram editadas nos últimos dias duas medidas provisórias com novas desonerações, o secretário da Receita, Carlos Barreto, disse que o Fisco ainda vai calcular os valores para reestimar o volume de desonerações previsto para o ano. Ele informou que a tabela será repassada primeiro ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, a quem caberá divulgar os dados.

ADRIANA FERNANDES E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

21 de maio de 2013 | 13h53

A Receita divulgou nesta terça-feira, 21, dados da arrecadação de abril. Depois de dois meses de queda, a soma de impostos e contribuições cobrados pela Receita Federal mostrou pequena recuperação e atingiu R$ 98,713 bilhões. O resultado representa aumento real de 0,07% (com correção da inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA) em relação a igual mês do ano passado. Sobre março deste ano, a arrecadação de abril apresentou avanço de 23,31%. Apesar do crescimento baixo, o número é recorde para o mês.

Tudo o que sabemos sobre:
receitaarrecadaçãodesonerações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.