Receita pode aumentar limite de compras em países vizinhos

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, disse que não está descartada a possibilidade de um aumento no limite de compras que os brasileiros podem fazer em viagens terrestres a países que fazem fronteira com o Brasil. Ele informou que o assunto está sendo discutido com o governo paraguaio, mas ressalvou que, embora exista a possibilidade do aumento, também não há certeza de que ele ocorrerá. Rachid avalia que não haverá decisão sobre este tema a curtíssimo prazo, embora nos próximos dias estejam previstas reuniões entre representantes dos dois governos. O secretário lembrou também que o limite atual, de US$ 150, vale para todos os países fronteiriços, e não apenas para o Paraguai. Uma das condições para um eventual aumento da cota, segundo o secretário, é o efetivo controle das fronteiras. Ele disse que esse sistema de controle está sendo aperfeiçoado pelo Brasil e está próximo de atingir as condições adequadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.