Receita: quebra do sigilo bancário em janeiro

O ministro-chefe da Casa Civil, Pedro Parente, disse ontem que o decreto presidencial regulamentando a lei que permite a quebra de sigilo bancário pela Receita Federal sem autorização judicial será assinado no início de janeiro. Parente reforçou que a regulamentação tem de ser feita para que a lei não seja usada, no futuro, de forma arbitrária ou por razões de natureza política. A idéia de Parente é reeditar todas as medidas provisórias entre os dias 28 e 29 de dezembro para que dentro do prazo regimental o Congresso já trabalhe na próxima reedição. O ministro não trabalha com a hipótese de adiamento da votação do Orçamento para 2001

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.