Receita recebeu quase 500 mil declarações retificadoras

A Receita Federal informou que até o último dia 15 recebeu 478.029 declarações retificadoras do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) desse ano de contribuintes que têm seus rendimentos vinculados ao INSS. Esses contribuintes foram obrigados a apresentar a retificadora porque o INSS errou os valores que constavam no comprovante de rendimentos. O Instituto não aplicou o redutor de R$ 100,00 ao descontar o IR na fonte dos aposentados e pensionistas. O bônus foi concedido no ano passado pelo governo. A Receita deu o prazo até o dia 15 para esses contribuintes apresentarem a declaração retificadora caso quisessem manter a prioridade de receber a prioridade de receber a restituição ainda no primeiro lote, previsto para 15 de junho. Segundo a Receita, até o dia 29 de abril, quando terminou o prazo para o envio da declaração do IRPF, foram entregues 2.093.825 declarações de contribuintes vinculados ao INSS. Desse total, 851.965 tiveram saldo de imposto a restituir e outros 558.395 com imposto a pagar. Outras 703.465 foram declarações não tiveram nem imposto a receber e nem a pagar. Em nota à imprensa, o supervisor nacional do Imposto de Renda da Receita esclareceu que muitos contribuintes que tiveram saldo de imposto a receber não estavam obrigados a entregar a retificadora por terem mais de uma fonte pagadora. É que nesses casos, segundo a Receita, o imposto a pagar ou a restituir não sofre alteração com o novo informe de rendimentos. Por isso, a Receita acredita que a maioria dos contribuintes com rendimentos vinculados ao INSS com direito à restituição já entregou a retificadora.

Agencia Estado,

17 Maio 2005 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.