Receita reduz em 55% restituição do imposto de renda

A Receita Federal reduziu significativamente o volume de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) do terceiro lote de devolução, que começará a ser pago no próximo dia 15. Apesar do secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy, ter negado uma mudança na programação de restituição para aumentar a transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a Receita vai devolver nesse terceiro lote apenas R$ 399,99 milhões. A devolução de agosto será 65,1% menor do que a realizada em junho e 55,5% inferior a de julho. O governo devolveu, em junho, R$ 1,141 bilhão e R$ 899,9 milhões, em julho.Na semana passada, representantes da Confederação Nacional de Municípios (CNM) tiveram uma reunião com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, para protestar contra a queda dos repasses do FPM. O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, saiu da reunião afirmando que o ministro tinha proposta a mudança no calendário da programação das restituições do IRPF. Na ocasião, a assessoria do ministro negou a informação do dirigente da CNM. Pelos dados da Receita, divulgados na noite desta sexta-feira, nesse terceiro lote foram processadas 1.499.923 declarações. Desse total, 472.018 com imposto a restituir, no valor de R$ 399,99 milhões. Outras 1.027.904 declarações processadas no terceiro lote são de imposto a pagar, no valor de R$ 1,272 bilhão. A consulta ao terceiro lote estará disponível a partir do meio-dia da segunda-feira na página da Receita na Internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou pelo telefone 0300-78-0300.O valor a restituir estará corrigido em 6,91%, referentes a taxa Selic de maio a julho e de mais 1% de agosto.

Agencia Estado,

08 de agosto de 2003 | 20h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.