Receita reduz projeção de alta da arrecadação para 'em torno' de 3% em 2014

A Receita Federal reduziu nesta segunda-feira sua projeção de crescimento real da arrecadação neste ano para "em torno" de 3 por cento, sobre a faixa de 3 a 3,5 por cento de expansão que trabalhava até então.

Reuters

26 de maio de 2014 | 11h26

Segundo o secretário-adjunto da Receita, Luiz Fernando Teixeira Nunes, a nova conta leva em consideração a recomposição integral do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre veículos a partir de julho.

"Nova revisão (para o ano) ocorre porque o resultado de abril veio abaixo do esperado", afirmou Nunes, referindo-se à arrecadação de 105,884 bilhões de reais registrada no mês passado e sem especificar quanto esperava para o período.

No ano passado, a arrecadação havia registrado alta real de 4,08 por cento sobre 2012.

Barreto informou ainda que a projeção para as receitas extraordinárias neste ano é de 28,4 bilhões de reais.

(Reportagem de Luciana Otoni; Texto de Patrícia Duarte)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRORECEITAREDUZ*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.