Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Receita: resultado de arrecadação de janeiro foi atípico

O secretário da Receita Federal Jorge Rachid afirmou hoje que o resultado da arrecadação federal em janeiro foi "atípico". Segundo ele, o resultado é reflexo da maior lucratividade das empresas no último trimestre de 2007. Com isso, a Receita contabilizou um aumento real de 51,15% no recolhimento de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRJP) em janeiro na comparação com janeiro de 2007 e de 44,74% no pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). "É um resultado que foge à normalidade", disse o secretário tentando justificar o aumento real de 20,02% na arrecadação de impostos e contribuições federais em janeiro mesmo com o fim da CPMF. Rachid disse que o crescimento na arrecadação do IRPJ de um ano para outro, desde 2003, tem sido de pouco mais de 20%, com exceção do resultado de 2006, que registrou um aumento de 9% em relação a 2005. Segundo ele, as 100 maiores diferenças verificadas no pagamento de impostos sobre o lucro geraram um aumento de mais de 500% na arrecadação em relação ao que estas empresas pagaram em janeiro do ano passado. O secretário afirmou que a abertura de capital das empresas no último trimestre de 2007, com venda de participação acionária, também refletiu nesse aumento de arrecadação. Além disso, algumas empresas que precisam fazer a declaração de ajuste do IRPJ e da CSLL já anteciparam para janeiro os pagamentos que poderiam ser feitos em março. "A arrecadação de fevereiro e março ainda pode ter reflexo dos resultados das empresas em 2007", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.