Receita sugere certificado digital para declaração em 2005

A partir do ano que vem, a Receita Federal vai incentivar que as empresas tenham certificado digital para entregar a Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf). O certificado também deverá ser usado pelos 10 mil contribuintes pessoa jurídica. O certificado digital permite uma identificação mais segura e dá validade legal quando a troca de informações ocorre pela internet. A Receita informa que ele não será obrigatório e sim opitativo, embora ela acredita que o certificado será de interesse de todas as empresas.O coordenador-geral de tecnologia e segurança da informação da Receita, Vítor Marcos Almeida Machado, informou que está em entendimentos com os bancos para baratear o custo da certificação digital para menos de R$ 20,00 (hoje ela custa de R$ 100,00 a R$ 150,00). Dessa forma, pessoas físicas também poderão ter o certificado, o que lhes dará acesso a uma gama maior de serviços da Receita pela internet.A partir do ano que vem, os contribuintes pessoa física com certificado digital poderão ser informados sobre problemas em a declaração do Imposto de Renda tão logo a envie pela internet. Segundo Machado, ?hoje já não é mais possível aprofundar os serviços oferecidos sem uma certificação digital, pois há riscos ao sigilo fiscal.? Nota da redação: está matéria foi alterada após a Receita corrigir a informação de que a certificação seria obrigatória

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.