Receita zera IOF sobre recursos captados no exterior em reais

A Receita Federal reduziu hoje a zero a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) cobrado dos empréstimos concedidos pelos bancos, cujos recursos tenham sido captados no exterior em reais. A medida atende pedido dos bancos que nos últimos meses têm conseguido fazer captações no exterior atreladas à moeda nacional.Segundo a chefe da Divisão de Impostos sobre o Mercado Financeiro da Receita Federal, Maria da Consolação Silva, a alíquota máxima do IOF era de 1,5% do valor da operação. O IOF já era zero para as operações de crédito oferecidas pelas instituições financeiras com recursos captados no exterior em moeda estrangeira.A medida, disse ela, deve estimular novas captações externas em reais. Ela destacou que nessas operações o risco da variação cambial é da instituição que emprestou o dinheiro, ao contrário das operações em moeda estrangeira. "O custo da operação vai ficar mais barato para o tomador final do empréstimo", disse.

Agencia Estado,

29 de dezembro de 2005 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.