Divulgação/Americanas SA
Divulgação/Americanas SA

Se sentiu lesado com a Americanas fora do ar? Saiba como fazer reclamação no Procon

Site da empresa iniciou retorno gradual nesta quarta depois de enfrentar instabilidades desde sábado; entrega de pedidos deve sofrer atrasos

Redação , O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2022 | 11h21

Clientes que se sentem prejudicados com o problema das plataformas de e-commerce das Lojas Americanas podem procurar o Procon. O site das Americanas ficou do ar desde sábado e começou a retornar na manhã desta quarta-feira, 23. Durante este período, clientes não conseguiam ter acesso aos seus pedidos: não era possível rastrear a compra para verificar a data de chegada nem consultar outras informações. 

Como registrar uma reclamação no Procon?

Caso o cliente se sinta prejudicado, é possível registrar uma reclamação no Procon. Basta procurar o órgão do seu Estado. 

No Estado de São Paulo, há atendimento presencial do Procon-SP em Postos do Poupatempo da capital, na Sé, em Santo Amaro e em Itaquera (com agendamento neste link). Ainda na capital, também é possível ser atendido no posto avançado, na 8º DP, no Brás (agendamento neste link). 

Em outras cidades, o atendimento presencial é realizado nos Procons Conveniados, que podem ser encontrados através de busca aqui

É possível consultar quais os documentos necessários para o registro da reclamação no site do Procon-SP

O atendimento por meio eletrônico está disponível para envio de consultas, reclamações ou denúncias sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia. As consultas são respondidas em até cinco dias úteis e as reclamações registradas em até quinze dias, contados da data do recebimento da reclamação. 

Veja todos os passos para registrar uma reclamação por meio eletrônico no Procon-SP: 

  • Acesse o site do Procon-SP, no endereço procon.sp.gov.br
  • Na página inicial, clique em “Faça sua reclamação” 
  • Entre em “Para cadastrar novas Consultas ou Reclamações, clique aqui” 
  • Na página de login, se ainda não for cadastrado, clique em “Cadastre-se” e realize o cadastro 
  • No primeiro acesso, é preciso completar o cadastro 
  • Caso já seja cadastrado, insira seus dados para entrar 
  • Clique em “Novo atendimento” e selecione “Reclamação” 
  • Preencha os campos respondendo às perguntas 

Entenda 

O grupo Americanas S/A tirou os sites de Lojas Americanas e do Submarino do ar no sábado à noite após detectar um “acesso não autorizado”. A companhia não fornece mais detalhes sobre o ocorrido. Na segunda-feira, os sites do Shoptime e do Sou Barato também saíram do ar. A companhia já perdeu cerca de R$ 250 milhões desde sábado, segundo estimativa da XP Investimentos.

O Procon-SP notificou a Americanas pedindo explicações sobre os problemas das plataformas de e-commerce. O órgão afirma que a companhia deve informar o consumidor sobre como ele poderá exercer os seus direitos, como o direito de arrependimento de compra online dentro de sete dias. A companhia terá ainda que fornecer informações sobre solicitações de troca, sobre regularizações de problemas e sobre reembolsos e deverá esclarecer se disponibilizou canal alternativo para contato do consumidor. 

Procurada por telefone e por e-mail desde segunda, 21, a Americanas não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.