Recomendação de ações pode sofrer distorções

A remuneração dos analistas brasileiros abre brechas para que as recomendações de ações de empresas possam ser distorcidas. O cerco fechado em torno de especialistas por autoridades nos Estados Unidos há cerca de dois meses, depois dos escândalos envolvendo companhias de Internet, ainda não aconteceu em território nacional.Segundo profissionais de grandes bancos brasileiros e estrangeiros, um especialista que recomenda ações ao público às vezes se desloca para fazer uma operação específica para uma companhia. Esse negócio pode ir desde uma oferta pública de papéis no mercado até uma fusão ou aquisição. Enquanto trabalha fora da área, provavelmente deixará de recomendar a ação da empresa, ou o fará alertando os investidores que está realizando a operação. Depois de terminado o serviço, o analista retorna ao antigo posto e pode se sentir constrangido ou até mesmo ser aconselhado a ser mais "benevolente" nos comentários sobre os papéis da companhia.Esse movimento costumava ser muito forte nos Estados Unidos. Nesses casos, a remuneração do analista pode superar bastante o bônus anual conseguido na própria área.No Brasil, o movimento só não é tão forte porque as chamadas operações corporativas quase não existem. "Em tese, esse deslocamento pode acontecer, mas o mercado de emissões está fraco no Brasil", disse o presidente da Associação Brasileira dos Analistas d o Mercado de Capitais (Abamec) nacional, Humberto Casagrande.Nos Estados Unidos, o órgão regulador (SEC) divulgou novas regras para impedir conflitos de interesses que colocavam em dúvida o trabalho dos analistas. O caso que causou maior desconforto envolveu especialistas da Merrill Lynch, que privadamente depreciaram ações recomendadas aos investidores.Para Casagrande, as novas regras americanas não foram incorporadas ao cenário brasileiro. "No mundo todo a tendência é de se fazer regras quando há demanda prática. Aqui, o tema está quase parado." Os analistas brasileiros recebem remuneração fixa e um bônus, que pode ser semestral ou anual. Esse prêmio chegou a superar em até 300% o salário nos tempos fortes da Bovespa.O pagamento extra só chega depois de várias etapas de avaliação. Entre instituições nacionais e estrangeiras pesquisadas, podem contar pontos o número de relatórios emitidos, a receita da corretora, do próprio banco, votos de clientes e performance mínima de acerto de recomendação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.