Recorde de imóveis residenciais para locação

Pesquisa realizada pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) durante o mês de agosto revela que a Capital paulista possui 40.100 imóveis residenciais disponíveis para locação. Este é o novo recorde de ofertas do Real e de um aumento de 25,8% em relação a julho, quando foram registrados 32.600 casas e apartamentos para alugar. O recorde anterior havia sido registrado em fevereiro deste ano, com 35.500 ofertas.O valor dos aluguéis residenciais ficou estável em agosto, apresentando ligeira variação de 0,07% em relação ao mês anterior, segundo o Índice Periódico de Valor Médio dos Aluguéis Residenciais (Ipevemar), divulgado pela AABIC. No mesmo período, a inflação medida pelo IGP-M foi de 1,38%. No acumulado do ano, os valores locatícios registram alta de 4,53%, permanecendo abaixo do índice de preços, que oscilou 7,35% de janeiro a agosto de 2001.Para o presidente da AABIC, José Roberto Graiche, o salto no número de ofertas para locação residencial decorre de vários fatores, todos eles ligados ao atual cenário econômico, com destaque para a crise energética e o aumento do emprego informal. "O racionamento de energia botou um freio no fechamento de novos negócios, pois as pessoas que pretendiam alugar uma casa ou apartamento certamente teriam de enfrentar problemas como a revisão das metas de racionamento, calculadas com base no consumo médio de maio, junho e julho do ano passado", afirma Graiche.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.