Recuperação da Alemanha deve começar em setembro, diz ministro

A economia da Alemanha deve começar a se recuperar no mais tardar a partir do outono no Hemisfério Norte --por volta de setembro-- e o processo será reforçado pelo pacote de estímulo do governo, afirmou o ministro de Economia, Karl-Theodor Zu Guttenberg, neste domingo. "Não vamos tentar enganar ninguém: nós estamos presos em uma crise muito difícil", disse o ministro ao jornal Bild, em entrevista que será publicada na edição de segunda-feira, depois de assumir o cargo na semana passada, em substituição ao colega Michael Glos, que deixou a pasta. "Mas nós montamos um pacote de estímulo muito bom. E graças, em parte, a isso, nós esperamos ver uma retomada a partir do outono, no máximo", disse Guttenberg. A economia alemã registrou uma queda recorde do Produto Interno Bruto (PIB) no último trimestre de 2008, à medida em que a desaceleração manufatureira atingiu as exportações e reteve os investimentos na maior economia da Europa. O PIB do país amargou uma contração de 2,1 por cento, trimestre a trimestre, a pior performance trimestral desde a reunificação do país. Na sexta-feira, o Parlamento aprovou um novo pacote de estímulo de 50 bilhões de euros. Guttenberg, um dos líderes da União Social Cristã da Bavária que defende há muito tempo a redução de impostos, disse que irá lutar por uma reforma tributária e impostos mais baixos. (Texto de Erik Kirschbaum)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.